13 outubro 2017

Mais música vintage de Angola


Belita Palma, que faleceu em 1988 e foi uma das maiores divas da música popular angolana, interpreta duas canções, uma em quimbundo e outra em português, acompanhada pelo mítico conjunto Ngola Ritmos


Tchinina, cantora natural do Huambo, interpreta em umbundo Somaiangue (Soma Yange na ortografia atual)


A endiabrada Bazooka, de Carlos Lamartine e o seu conjunto Águias Reais. Certamente por razões políticas, no tempo colonial os discos de Carlos Lamartine não passavam na estação de rádio oficial A Voz de Angola. Só no Rádio Clube de Angola era possível ouvi-los. Depois do 25 de abril, com o fim da censura, Carlos Lamartine passou a poder ser tocado em todas as rádios e viu a sua canção Pala Ku Nu Abesa o Muxima tornar-se imediatamente um grande êxito


Manuelé, cantado em quimbundo por Sabu. Tal como aconteceu com Carlos Lamartine, Sabu estava proscrito da rádio oficial A Voz de Angola na época colonial. Era preciso sintonizar o Rádio Clube de Angola para que se pudesse ouvir a sua voz


Milá Melo, que foi outra diva da música popular de Angola, canta Vamos à Anhara, acompanhada pelo conjunto Os Kiezos. Anhara ou chana é uma extensa superfície plana, arenosa e alagadiça, muito comum no leste de Angola

Comentários: 0

Enviar um comentário