25 janeiro 2006

O último dos Parodiantes de Lisboa

Morreu José Andrade, a "alma" e principal impulsionador dos antigos Parodiantes de Lisboa. Se não fosse José Andrade, muito provavelmente os Parodiantes não teriam sido um grupo de humoristas de rádio que fizeram rir, durante cerca de 50 anos, milhares e milhares de pessoas em todo o mundo, com o seu humor de sabor popular, frequentemente ingénuo, mas nunca ordinário ou ofensivo. Nestes tempos que correm, em que pululam os "humoristas" que recorrem à graçola reles e ao palavrão para disfarçarem a sua falta de talento ou de imaginação, nunca será demais realçar a acção de José Andrade e dos seus companheiros, que mostraram durante décadas que é possível ter graça sem chafurdar na lama.

No sítio A Minha Rádio está à disposição de quem quiser ouvir um episódio da rubrica "Rádio Crime", em que o próprio José Andrade encarna a personagem do Inspector Ventoínha.

No sítio Clássicos da Rádio pode ser escutado um outro extracto do "Rádio Crime", em que José Andrade, no papel de Ventoínha, contracena com o seu irmão Rui Andrade, também já falecido, no papel de Patilhas.

Comentários: 2

Anonymous fernando andrade escreveu...

houve engano: quem morreu foi Ruy Andrade, irmao do tb falecido Ze Andrade. pf revejam o artigo.como sobrinho dos falecidos muito me orgulhou a homenagem.visitem:
www.cabanadosparodiantes.com.pt
amore1cabana.blogspot.com
meus mails: bichovian.sapo.pt
peixeperfido.walla.com

31 janeiro, 2006 19:10  
Blogger Denudado escreveu...

Peço imensa desculpa pelo engano. A correcção vai ser feita em artigo separado.

Denudado

31 janeiro, 2006 23:08  

Enviar um comentário