31 janeiro 2006

O Minho e a Galiza


Vendo-os assim tão pertinho,
A Galiza mai-lo Minho
São como dois namorados
Que o rio traz separados
Quasi desde o nascimento.
Deixá-los pois namorar,
Já que os pais para casar
Lhes não dão consentimento.

(João Verde, in “Verde Raia”)

Comentários: 2

Blogger Phwo escreveu...

Olho para esta foto e reconheço nela uma imagem familiar.
De um ponto alto e ermo, instalada num lugar de memórias, fotografo, há anos, a Ilha dos amores.

14 fevereiro, 2006 02:30  
Blogger Denudado escreveu...

Então trilhámos os mesmos caminhos, com o Rio Minho aos nossos pés e a Galiza estendendo-se diante dos nossos olhos!

De um ponto alto e ermo, instalado num lugar sobranceiro a Gondarém, fotografei a Ilha dos Amores, assim como Vila Nova de Cerveira ao fundo.

Obrigado pela visita.

14 fevereiro, 2006 16:51  

Enviar um comentário