07 julho 2006

A Cadeira de S. Gens

Capela de Nossa Senhora do Monte, Lisboa (Foto: IPPAR)

Um dos miradouros existentes na cidade de Lisboa é o da Senhora do Monte, situado na zona da Graça. O nome do miradouro vem de uma capela implantada no local, um templo muito antigo, do tempo da conquista de Lisboa aos mouros.

No interior da capela, imediatamente à direita de quem entra, existe uma porta que tapa diagonalmente o canto da edificação. Esta porta está habitualmente fechada à chave. O que se esconde por detrás da porta é uma cadeira de pedra, a que se chama Cadeira de S. Gens. Diz-se que nesta cadeira costumava sentar-se S. Gens, que foi o primeiro bispo de Lisboa, ainda no tempo do Império Romano.

Conta uma lenda que, quando S. Gens nasceu, a sua mãe morreu do parto. Esta lenda está na origem de uma curiosa tradição, que ainda hoje se cumpre. Segundo esta tradição, uma mulher grávida que quiser assegurar-se de que vai ter um parto bem sucedido deve sentar-se na Cadeira de S. Gens. Esta tradição tem tanta força que há grávidas que vão de Torres Vedras e de Vila Franca de Xira até Lisboa, propositadamente para se sentarem na Cadeira de S. Gens.

Como referi, a Cadeira de S. Gens está atrás de uma porta fechada à chave. A própria capela de Nossa Senhora do Monte também costuma estar fechada. Para se poder visitar a capela e ver a cadeira, ou se descobre quem é que tem as chaves, ou se espera por uma ocasião em que a capela esteja aberta.

Eu pude ver a Cadeira de S. Gens por mero acaso, num dia ao fim da tarde, quando a capela estava aberta para a oração do terço. Provavelmente o terço é rezado lá todos os dias. Se alguém for lá ao fim da tarde, terá alguma probabilidade de encontrar a capela aberta. Aos domingos de manhã a capela também poderá estar aberta, pois também se deve celebrar lá pelo menos uma missa. Terminada a missa ou o terço, poder-se-á então pedir ao sacristão para mostrar a milagrosa cadeira. A mim, o sacristão mostrou-ma de muito bom grado.


Trecho da panorâmica que se avista do miradouro de Nossa Senhora do Monte, Lisboa (Foto: Dias dos Reis)

Comentários: 0

Enviar um comentário