02 novembro 2006

Dia de Finados

Aqui jaz Wolfgang Amadeus Mozart


POEMA DA MINHA ESPERANÇA

Que bom ter o relógio adiantado!...
A gente assim, por saber
que tem sempre tempo a mais,
não se rala nem se apressa.

O meu sorriso de troça,
Amigos!,
quando vejo o meu relógio
com três quartos de hora a mais!...

Tic-tac... Tic-tac...
(Lá pensa ele
que é já o fim dos meus dias.)

Tic-tac...
(Como eu rio, cá p'ra dentro,
de esta coisa divertida:
ele a julgar que é já o resto
e eu a saber que tenho sempre mais
três quartos de hora de vida.)


Sebastião da Gama, in Serra-Mãe, 1945



Dies Irae, da Missa de Requiem em Ré Menor, K. 626, de W. A. Mozart, pela Orquestra e Coro da Academia de Saint Martin in the Fields, sob a direcção de Neville Marriner

Dies Irae, da Missa de Requiem de Giuseppe Verdi

Comentários: 3

Blogger inominável escreveu...

Confesso que não conhecia o poema... mas fez-me lembrar aquele do Pessoa em que ele descreve o rio da sua aldeia, com os seus vagares.... poque "como não tem tempo, não tem pressa"... eu sou assim também, o tempo corre em mim e eu não ligo... não tenho tempo para isso...

02 novembro, 2006 21:36  
Blogger Denudado escreveu...

Embora não seja um nome muito falado, a verdade é que Sebastião da Gama é um nome muito importante da poesia portuguesa do séc. XX. Escreveu alguns poemas que Fernando Pessoa, por certo, não desdenharia subscrever, como o poema "Pelo sonho é que vamos".

Este poema que aqui publiquei é de uma ironia aparentemente deslocada para um dia de Finados, mas ele é de uma ironia trágica, na verdade. Quando escreveu este poema, provavelmente o autor já estaria afectado pela tuberculose, doença que viria a matá-lo aos 28 anos de idade. Se assim foi, Sebastião da Gama revelou uma força de carácter extraordinária, pois riu-se da sua própria morte, que pressentiria próxima.

02 novembro, 2006 23:20  
Blogger inominável escreveu...

vale a pena visitar este site só pelos esclarecimentos que levamos a seguir. só posso agradecer.

03 novembro, 2006 20:58  

Enviar um comentário