14 março 2007

Desentendimentos


Encontrei, desgarrada numa obscura pasta do meu computador, uma pequena gravação em MP3, que em tempos andou a circular pelos emails, da estação de rádio TSF. Como acho que tem graça, resolvi dá-la a ouvir a quem me visita, na esperança de provocar, pelo menos, um sorriso.

Para escutar a gravação, que foi colocada num novo servidor, clicar na imagem acima.

Comentários: 7

Blogger Koluki escreveu...

Denudado...

Fiquei curiosa em ouvir a gravacao que anuncia e... ela vai dar ao meu Multiply...

Tera' sido um erro tecnico, ou ha' aqui alguma mensagem que desconsigo entender?

Por favor, desentenda-me!

14 março, 2007 21:42  
Blogger Denudado escreveu...

Não é erro técnico, Koluki, é erro meu. Ou melhor, era, porque já o corrigi, como deve ter reparado.

Eu tinha colocado na imagem um link directo para a gravação, mas não sabia que o Multiply não permite que se faça isso. Só deixa aceder aos ficheiros nele existentes a partir de uma página do próprio Multiply. Creio que o problema, agora, já está resolvido.

14 março, 2007 23:52  
Blogger Koluki escreveu...

Bom, assim ja' fico mais entendida.
Mas nao sei se entendeu bem: o link anterior levou-me a "minha" pagina no Multiply, nao a sua... por isso e' que fiquei tao "cafusa"!
De qualquer modo, agora ja' vai dar a "sua" pagina no Multiply, mas mesmo assim nao consegui fazer o download...

15 março, 2007 00:51  
Blogger Denudado escreveu...

O link levou-a à sua página no Multiply porque a Koluki estava logged in. Talvez tenha o seu login automático activado. Senão estivesse logged in, iria para a home page genérica do Multiply.

De qualquer modo, acabo de descobrir um inconveniente. Embora eu tenha especificado que a gravação é for everyone, a verdade é que o Multiply exige que quem quiser ouvi-la tem que ser membro dele. Que estranho! Agora é que já não sei o que é que hei-de fazer... Vou ter que pensar sobre a maneira de resolver este problema, porque agora não tenho cabeça para isso.

15 março, 2007 01:29  
Blogger Mankakoso escreveu...

Uááááááááláláááááá!
Tou mejmu sorrire bwé alarvozu.
Primeiro na tua xprikação bwé pêdagógiko nesta mboa ki não xtava mbrussubere nada déssas kuenzas de logines ou kiê e também através dessa gravação ke meteste lá na sua brógue.
Eu também da primeira vez deskonsigui, mas dado ke sou um mwadiê bwé dezenrraskado nessas cenas de computadores e kê e kiê, até atingi o mambo sem makas de maior!
Yá, mô kamba, altamente kómiko.
Bala! Wasakidila!
Bazei.
Kandandu

16 março, 2007 11:32  
Blogger Denudado escreveu...

Mankakas, kamba dyami dyambote, os locutores de rádio que se ouvem na gravação até mereceram ver-se metidos nestas confusões todas. Eles foram os únicos responsáveis pelos desentendimentos gerados. Repara só na forma entaramelada como eles falaram, com as sílabas a atropelarem-se todas umas às outras.

É inadmissível que locutores que trabalham numa estação de rádio como a TSF, que tanto se gaba de ser feita por profissionais altamente qualificados, não tenham uma dicção clara e inteligível. Deviam ser obrigados a fazer um estágio numa estação de rádio aí em Angola, para aprenderem como é que se fala ao microfone. A sério.

16 março, 2007 12:07  
Blogger Mankakoso escreveu...

Ya! Ou duvidas?
Tázavêre é su eu komo ando m'expressare? Anssim bwé fino a afinare muinto bem? Esses gaju da gravação até xtão diskonseguire de sôlétráre a palavra tê-ésse-éfe ou kiê lá!
Até o mwadiê do outro lado da linha em parampas sem mbrussubere nada!
A duia ke venha ká aprendere na nóssa simpátika Tê-pê-á ou ainda vale a pena na Rádio Naciônál de Ángôla!
Aki tá mesmo kuiare!
Andamos inováre a língua do kamões!

17 março, 2007 00:45  

Enviar um comentário