01 junho 2010

Crianças de Angola


Brinquedos de crianças pobres de Angola feitos por elas mesmas (Foto: Salucombo_Jr.)


São motivo de muita admiração a habilidade e o engenho demonstrados pelas crianças africanas, sejam elas do campo, sejam da cidade.

O músico angolano Victor Gama (compositor, inventor de instrumentos musicais, investigador, etc.) pediu a crianças da localidade de Xangongo, na província do Cunene, sul de Angola, para construirem instrumentos musicais, os quais se destinavam a ser tocados numa peça escrita por Gama para o Kronos Quartet, um dos melhores e mais prestigiados agrupamentos musicais da atualidade.

O vídeo que se segue mostra a construção de dois destes instrumentos: um tambor feito a partir de uma cápsula de bala de canhão e um instrumento de cordas cuja caixa de ressonância é um cunhete de munições usado.

Este projeto foi organizado em Angola por Victor Gama, com a assistência da equipa Tsikaya em novembro de 2008.



Tradução das legendas

«Durante o conflito de 30 anos em Angola, as crianças usaram restos de material militar que encontravam nos campos de batalha para construir os seus brinquedos, entre os quais instrumentos musicais.»

«No âmbito da sua pesquisa e nas suas viagens através do país, nos anos 90, Gama encontrou e gravou crianças acompanhadas dos seus instrumentos, em regiões remotas afetadas pelo conflito armado.»

«Agora em paz, as crianças de Angola têm cada vez mais acesso a brinquedos convencionais, tais como guitarras, tambores, etc.»

«Organizado em Angola por Victor Gama com a equipa Tsikaya, província do Cunene.»

«Kronos Quarteto, a criança de Angola está consigo.»

Comentários: 2

Blogger ANELISE LALAU escreveu...

ótima matéria, queria poder ajudar essas crianaças

03 junho, 2010 05:15  
Blogger Fernando Ribeiro escreveu...

Cara Anelise,

Angola é um país com riquezas naturais mais do que suficientes para garantir uma infância minimamente digna às suas crianças. Agora que o país já não está em guerra, os seus governantes não têm mais desculpa para não trabalhar nesse sentido.

05 junho, 2010 18:00  

Enviar um comentário

<< Home