23 setembro 2011

As marimbas de Zavala

(Foto: Comissão Nacional da República de Moçambique para a UNESCO)

Zavala é um distrito situado na província de Inhambane, no sul de Moçambique, que ganhou notoriedade graças às suas espetaculares orquestras de marimbas. Estas orquestras foram classificadas como Património da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO). Segue-se a tradução de um texto da UNESCO referente a este assunto.

«As comunidades Chopi, estabelecidas principalmente na província de Inhambane, no sul de Moçambique, são famosas pela sua música orquestral. As suas orquestras são compostas por cinco a trinta marimbas chamadas timbila (mbila no singular), de tamanhos e tonalidades diferentes. As timbila são instrumentos de madeira, que são fabricados e afinados com o maior cuidado. São feitas de mwenje, uma árvore de crescimento lento, cuja madeira apresenta uma grande ressonância. Por baixo das teclas de madeira, estão presas cabaças, que desempenham o papel de caixas de ressonância. Estas são fixadas solidamente ao instrumento com a ajuda de cera de abelhas e são impregnadas com óleo de nkuso, o que confere ao instrumento uma rica sonoridade nasal e vibrações características. Os músicos tanto podem ser mestres como aprendizes de todas as idades. As crianças tocam ao lado dos seus avôs.

Todos os anos são compostas várias peças novas, que são interpretadas por ocasião de casamentos e outros acontecimentos sociais. Os ritmos, dentro de cada tema, são extremamente complexos, de tal maneira que a mão esquerda executa frequentemente um ritmo diferente do da mão direita. As composições, que duram perto de uma hora, alternam solos com trechos orquestrais de diferentes compassos. A acompanhar a música, são executadas danças à frente da orquestra por dois a doze dançarinos.

Cada concerto de timbila começa pelo m'zeno, um canto solene entoado por dançarinos, enquanto os músicos acompanham em surdina e com um ritmo lento. Os textos, cheios de humor e de sarcasmo, evocam problemas sociais contemporâneos e dão conta dos acontecimentos ocorridos no seio da comunidade.

A maior parte dos tocadores de timbila são idosos. Embora vários mestres tenham começado a formar jovens músicos e por integrar moças nas orquestras e grupos de dança, os jovens têm vindo a perder cada vez mais o contacto com este património cultural. Por outro lado, a desflorestação leva à escassez da madeira necessária para produzir a sonoridade característica destes instrumentos.»



Comentários: 4

Blogger Celina Dutra escreveu...

Obrigada!

Girassóis e beijos.

23 setembro, 2011 03:26  
Blogger Rogério Pereira escreveu...

Do blogue de Celina, ainda sobraçando os girassóis que me ofertou, chego a si. O processo de indentificação é automático ao ler o que escreve e o que escreveu: Temas africanos; muitos brasileiros; os poemas de Assis Pacheco com os seus comentários; a experiência comum da comissão militar em Angola...

Passei a segui-lo. Acho até que encontrarei matéria aqui para me avivar a memória e enriquecer o livro que estou a escrever...

24 setembro, 2011 12:57  
Blogger Ma Ferreira escreveu...

Olá..venho do blog da Celina...

Olha a sincronicidade...

Fui a um congresso de ceramica e me encantei coma Marimba..
Tenho até fotos..
Só que de argila... ceramica..
O som..maravilhoso...

Muito bom ter vindo aqui..me identifico muito com assuntos relacionados a Africa!!

Se vc me permitir...caso eu faça um post sobre marimba em argila, peço permissão para usar parte do seu texto!!

26 setembro, 2011 03:32  
Blogger Fernando Ribeiro escreveu...

Celina Dutra,
Obrigado por mais esta sua visita. Volte mais vezes.

Rogério Pereira,
Fico contente por saber que o meu blogue lhe agradou. Quando o seu livro for publicado, agradeço que me avise para poder comprá-lo. Um forte abraço.

Ma Ferreira,
Muito obrigado pela sua visita. Pode usar os textos que quiser no seu post. Não vou cobrar direitos... Moçambique não é o único país africano onde se tocam marimbas. Também há marimbas na África do Sul, Zâmbia, etc. E também há marimbas em Angola, pelo menos na província de Malanje. Julgo saber -- mas não tenho meios para confirmar -- que onde mais se toca marimba, na música tradicional angolana, é uma localidade chamada Quela, que fica na referida província, mais ou menos a este da cidade de Malanje. Para escutar uma marimba de Angola, queira dirigir-se a ESTA PÁGINA.

26 setembro, 2011 17:19  

Enviar um comentário