22 novembro 2014

Tradição e modernidade

(Foto: Alex Barbosa dos Santos)

Cada vez mais os indígenas brasileiros vão aderindo às novas tecnologias de informação e participando nas redes sociais, tanto individual como coletivamente, para partilharem vivências e informações e para darem conta das suas reivindicações e das lutas que travam pelos seus legítimos direitos.

Na imagem acima, vemos um índio Kamayurá, em primeiro plano e de costas, registando um momento do kwaryp de 2014 que ocorreu na aldeia Ypawu, habitada por membros do seu povo, no Parque Indígena do Xingu, Brasil. O kwaryp (também grafado kwarup) é um conjunto de ritos, cerimónias e celebrações, que se realiza todos os anos em homenagem aos mortos da aldeia. A palavra kwaryp também designa o tronco ornamentado que se vê à direita, na imagem, o qual representa uma determinada pessoa que faleceu durante o ano que passou. Outros troncos se encontram alinhados com este, representando outros tantos mortos homenageados nos rituais do kwaryp.

Comentários: 0

Enviar um comentário