13 janeiro 2019

Os Meninos da Graça


Igreja e antigo convento de Nossa Senhora da Graça, Évora (Foto: José Manuel de Oliveira)

A Igreja de Nossa Senhora da Graça, em Évora, que pertenceu a um antigo convento de frades agostinhos, é um excelente exemplo de igreja renascentista. Foi construída nos inícios do séc. XVI, talvez sobre as ruínas de uma igreja previamente existente, e há dúvidas sobre quem foi o arquiteto que a projetou, Miguel de Arruda ou Diogo de Torralva, mas a maioria das opiniões inclinase para Miguel de Arruda.

A fachada desta igreja, que é muito rica em elementos arquitetónicos (colunas, pilastras, frontão, etc.), chama a atenção, sobretudo, pelos rosetões que ostenta e pelas figuras escultóricas que a encimam. Estas representam quatro barbudos atlantes (dois de cada lado), a que o povo de Évora pôs o irónico nome de "Meninos da Graça".

No antigo edifício conventual, ao lado da igreja, está agora instalada a Messe de Oficiais de Évora.


Os dois "meninos" da esquerda (Foto de autor desconhecido)


Os dois "meninos" da direita (Foto: Ana Travasso)

Comentários: 2

Blogger Rogerio G. V. Pereira escreveu...



Esses "Meninos da Graça",
escapam a quem passa

Se não fosse este seu post...

13 janeiro, 2019 22:10  
Blogger Fernando Ribeiro escreveu...

É verdade, prezado Rogério. Estes "meninos" escapam a quem passa, mas são muito interessantes, apesar de bastante desgastados pela passagem dos séculos. São figuras de certo modo pagãs, que apesar disso têm proeminência na fachada de uma igreja. Em vez de estátuas de santos ou de anjos, como seria de esperar, aparecem aqueles homenzarrões lá no alto! É claro que uma tal "ofensa" à Santa Madre Igreja só podia ter acontecido antes do aparecimento do Tribunal do Santo Ofício em Portugal. Talvez se pudesse esperar, até, que a Inquisição, que esteve muito ativa em Évora, tivesse mandado destruir tão grande "sacrilégio", mas isso não aconteceu e os "meninos" lá continuam.

Para ver estes "meninos", sobe-se pela rua que une a estação de caminhos de ferro de Évora e o Rossio de São Brás à Praça do Giraldo, no centro da cidade. O Google diz-nos que esta rua se chama Rua da República. A meio da subida desta rua, vira-se à direita numa pequena transversal e logo nos aparecem os "Meninos da Graça". Esta rua também passa pelas traseiras da Igreja de São Francisco, que é uma igreja gótica muito bonita, mas na qual ninguém repara, porque as pessoas só se interessam pela sua macabra e horrorosa Capela dos Ossos. Para mim, isto é que é um sacrilégio!

A propósito, quero chamar a atenção para as deliciosas sopas de cação que se podem comer em restaurantes relativamente baratos que estão em frente à Igreja de São Francisco. A sopa de cação (uma espécie de tubarão pequeno) é uma especialidade da incomparável gastronomia alentejana, de comer e chorar por mais.

14 janeiro, 2019 01:17  

Enviar um comentário