03 março 2019

Seydou Keïta


Autorretrato, 1949 (Foto: Seydou Keïta)

Seydou Keïta (1921–2001) foi um fotógrafo maliano, famoso pelos retratos individuais e de grupo que tirou, quase todos desde 1940 até pouco depois de 1960.

Em vez de se limitar a tirar fotografias tipo passe a quem se dirigisse ao seu estúdio em Bamako para tirar o retrato, Seydou Keïta realizou verdadeiras obras de arte. Os seus retratos não se limitam a documentar um tempo específico e um lugar determinado, que neste caso é quase sempre o Mali imediatamente antes da independência, antes estão imbuídos de um profundo sentido estético e poético. Seydou Keïta é um dos nomes maiores da arte fotográfica.


(Foto: Seydou Keïta)


(Foto: Seydou Keïta)


(Foto: Seydou Keïta)


(Foto: Seydou Keïta)


(Foto: Seydou Keïta)


(Foto: Seydou Keïta)


(Foto: Seydou Keïta)


(Foto: Seydou Keïta)


(Foto: Seydou Keïta)


(Foto: Seydou Keïta)

Comentários: 2

Blogger Rogerio G. V. Pereira escreveu...

Há imagens
que têm mais força e expressão
que a realidade retratada

mesmo quando se trata
de gente

a luz, torna-os (ainda) mais humanos...

03 março, 2019 17:29  
Blogger Fernando Ribeiro escreveu...

É verdade, Rogério. A luz torna-os (ainda) mais humanos, e também o uso sábio, na película a preto e branco, dos padrões dos panos africanos, que facilmente imaginamos de cores vivas. Este fotógrafo foi um génio.

04 março, 2019 17:24  

Enviar um comentário